Notícias

:.27/07/2018

MAQUINOGRAMA NÃO É HEMOGRAMA
A busca por diagnósticos rápidos na medicina veterinária está em ampla expansão. Assim, os exames laboratoriais já figuram no dia a dia das Clínicas e Hospitais como algo imprescindível para o bom exercício da profissão.Porém, a necessidade de exames mais ágeis não pode comprometer a qualidade e a precisão das análises.  Existe uma diferença enorme entre um HEMOGRAMA – realizado por um Médico Veterinário Patologista Clínico ou Hematologista Veterinário e um exame gerado por uma máquina sem qualquer análise qualitativa – seja análise pré-analítica- seja na execução do hemograma (LEITURA DAS LÂMINAS), seja na fase pós-analítica – interpretação dos achados.Existe muita diferença entre os resultados destes maquinogramas e de Hemogramas realizados por especialista. Obviamente, quem comercializa estas máquinas sempre irá dizer que é a mesma coisa, mas aqui entra o discernimento e o olhar científico de pesquisadores. Bom, caros colegas, se fosse a mesma coisa não existiria a Profissão de Patologista Clínico ou de Hematologista – profissionais que estudam para analisar cada hemograma de forma única. Hemogramas felinos, por exemplo, jamais podem ser liberados apenas por leitura de máquinas – as particularidades encontradas na leitura das lâminas em felinos são inúmeras e fundamentais para o laudo final. Um Hemograma com problemas na coleta não será devidamente analisado pela máquina e o laudo poderá ter interferências nas análises, o que pode trazer sérias consequências para o diagnóstico clínico veterinário. Visando esta segurança, os laboratórios veterinários investem cada vez mais em novas tecnologias, como aparelhos com softwares calibrados para análises das diferentes espécies e tendo, ainda, a presença de um médico veterinário hematologista como responsável técnico para a leitura de cada lâmina. Este é o profissional qualificado que conhece as particularidades das diversas espécies e assegura a qualidade do exame.O Hematologista Veterinário é o garantidor da Qualidade do Produto final – o laudo - que será referência para a tomada de decisões pelo Clínico.Mediante essas informações e das particularidades entre espécies, conclui-se claramente que a leitura das lâminas e a análise e acompanhamento de um Médico Veterinário Hematologista ou Patologista Clinico é fundamental e imprescindível. Exames de máquinas, sem nenhuma análise por parte de médicos veterinários, são aceitáveis nas emergências – mas na rotina sempre devemos prezar pela excelência na qualidade de resultado deste importante exame.    Exija exames realizados em laboratório por um Médico Veterinário Hematologista ou Patologista Clinicolaboratório #maquinanaofazhemograma!!
Fonte: TECSA http://www.tecsa.com.br/posts/artigo/maquinograma-nao-e-hemograma-cuidado
Parar Notícias

Direitos Reservados a CMVD


CMVD - Centro de Medicina Veterinária Diagnóstica 
Rua Uruguai, 35 - Vila Castelo Branco 
 Indaiatuba - SP 

 Fone: (19) 3312-0512
WhatsApp: (19) 999020512
E-mail: atendimento@cmvd.com.br

Desenvolvido por: